Publicado por: pastoraniece | 11/08/2012

Na hora da dor I – Reflexão

Certa vez fui procurada por uma mãe, que estava profundamente angustiada com a morte de seu filho, que havia morrido há mais de um ano. Ao olhar o estado daquela mulher com seu olhar perdido no horizonte, lágrimas nos olhos, profunda tristeza na alma, pensei comigo mesmo – E agora Senhor? O quê que eu posso fazer? Como abrandar esta dor? Abri a bíblia nos Salmos de numero 139 e comecei a falar pausadamente, explicando cada versículo: “… e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado, quando nem um deles havia ainda” (Salmos 139:16). Deti-me neste versículo, deixei que aquela mulher falasse tudo que queria, chorasse o quanto quisesse e então clamei a Deus pela vida dela. No momento em que eu comecei a orar, eu supliquei a Deus com toda a minha alma que, se Ele faz nascer o sol sobre o justo e o injusto, que então de alguma maneira, Ele consolasse o coração daquela mãe. Este acontecimento deu-se, no período de um mês e meio antes do natal, e para alegria da minha alma, na semana do natal encontrei-me em um comércio da cidade com aquela mulher e pude contemplar um leve sorriso e um semblante de paz. Glória a Deus por isso!

Sei que esta é a pior dor, a dor da perda de um ente querido. Fica muito difícil falar, pois não há palavras que possam consolar. Este sentimento de perda é tão forte, que a pessoa se sente só, como se a sua volta, não existisse mais ninguém, nem um parente, nem um amigo, mesmo que esteja rodeada por eles. É um terrível dilema que toma conta da alma de quem perde um ente querido. Até mesmo Jesus chorou diante da morte de Lázaro e Ele mesmo Jesus, enfrentou a morte, mas ressuscitou e está à direita do trono de Deus e intercede por nós. Ele sabe o quão penoso é este momento de perda e somente um refrigério vindo do céu, da parte de Deus é que pode dar ao ser humano algum alívio. O desejo do meu coração é que ao ler esta reflexão você seja tocado pelo poder de Deus, que os céus se abram sobre a sua cabeça e que o óleo de refrigério, desça sobre você, aonde nenhum homem pode tocar, que o sobrenatural de Deus possa te alcançar e te dar alívio.

Lembre-se que o Senhor diz em tua palavra: “Nunca te deixarei, jamais te abandonarei” (Hebreus 13:5b) – “Eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos” (Mateus 28:20) e “Quando passares pelas aguas, Eu serei contigo…” (Isaías 43:2). Deus está com você, você não está só e somente Ele pode preencher agora mesmo o vazio do teu coração.

Que a maravilhosa paz, do Príncipe da Paz possa encher o teu coração.

Que o Senhor te abençoe e te guarde.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: